Testes de Regressão Visual: Obtendo olhos à prova de erros

Publicado por Bruno Tanoue e Vinicius Ortiz no dia dev, qa

Beatles Game

Antes de começar o post, temos um pequeno desafio para você!

Analise as duas imagens acima, tente identificar as seis diferenças e marque o tempo que foi necessário para você ter certeza de que encontrou todas as diferenças. Preparado? Valendo.

Conseguiu achar todas as diferenças? Mantenha anotado o tempo que você levou e o número de diferenças que encontrou. Voltaremos a falar desse problema mais tarde.

Como priorizar problemas em um cenário complexo?

Publicado por Bruna Cavalcanti , Danielle Moreira Alexandre e Geison Biazus no dia gestao, qa

priorizacao-gut

Crescemos muito nos últimos anos e hoje somos mais de 100 colaboradores em Produto distribuídos em 20 times, os quais trabalham de forma independente, ou seja, todos têm autonomia para lidar com seus problemas da forma que acharem mais adequada.

A capacidade de entrega de cada time é finita e, para escolhermos o que fazer primeiro, é necessário criar uma gestão de problemas com critérios de classificação e priorização bem definidos. São muitas fontes de dados diferentes e diversos casos que precisamos entender, categorizar e priorizar.

Por isso, estudamos métodos de priorização utilizados no mercado, fizemos projetos pilotos e gostaríamos de compartilhar nossas experiências para ajudar você a priorizar problemas em um cenário complexo!

6 dicas para um feedback produzir efeito real

Publicado por Paulo Bischof no dia gestão

Conversa de Feedbackj

Sempre que eu inicio alguma conversa sobre feedback, gosto de citar um exemplo que aconteceu durante a minha experiência profissional. Trabalhei numa empresa que tinha feedback como um processo formal de gestão, porém nem todos no time receberam treinamento ou foram apresentados a ele. Certa vez, numa dessas reuniões de feedback formal, recebi uma cópia do código de conduta da empresa com um “feedback” por escrito dizendo que eu era teimoso. Sim, curto e grosso, com essa palavra. Hoje, quando me lembro daquela situação, só consigo ver pelo lado cômico, mas o assunto é sério.

“Nobody cares about tests in front-end” Really?!

Publicador por Fabio Carvalho em Medium do Ship It! no dia dev

“Nobody cares about tests in front-end” Really?!

Tests for me were something distant 6 years ago. I used to develop several pages working for agencies — the time was very short and things needed to go fast. I can’t even count the number of hot sites that I did. At that time, I used to see several articles about how to test my JavaScript code, but I confess that this theme never aroused interest in me. I had the mindset that doing things without tests were faster (just visiting browser and refresh to “check” the result).

As 5 etapas de um processo de solução

Publicador por Leonardo Salvador em Medium do time de UX no dia dev

As 5 etapas de um processo de solução

Atualmente na RD contamos com diversos perfis de designers, alguns com maior conhecimento do produto e maior experiência em suas carreiras e outros com menor tempo de casa e menor experiência. Além disso, todos trabalham de forma independente, ou seja, cada um é livre pra aplicar a metodologia que achar necessária até chegar a resultados consistentes.