As métricas de Produto que importam para o RD Station

Publicado por Raphael Farinazzo no dia gestão

Cohort de retenção

Existem duas métricas bem conhecidas por todos os Product Managers, Product Owners e profissionais que trabalham desenvolvendo produto: DAU (Daily Active Users) e MAU (Monthly Active Users). Elas consistem, como o nome diz, na quantidade de pessoas que está usando o produto por dia ou mês e a grande maioria dos produtos hoje em dia se orienta por essas métricas para saber se está indo bem.

Agilidade e alinhamento com desenvolvedores no processo de solução

Publicado por Lucas André de Alencar no dia dev

Já pensou em colocar seus/suas desenvolvedores/as para participar do processo de solução do seu produto ou serviço? Aqui na RD já tivemos essa experiência. Eu fui cobaia nesse experimento inclusive.

I have no idea what I'am doing

Nesse post quero compartilhar vários dos aprendizados desse experimento e mostrar o que você está perdendo enquanto seus devs estão apenas codando o seu produto.

JavaScript #1 - Uma breve história da linguagem

Publicado por Andrey Luiz no dia dev

Este é o primeiro post da série que vai falar sobre JavaScript. Vamos abordar de tudo. Desde a história da linguagem, funções, objetos, tipos, patterns, entre outras coisas. O intuito é fazer gostar da linguagem aqueles que não gostam e gostar mais ainda aqueles que já são apaixonados.

Nesse primeiro post eu vou dar uma breve história do surgimento da linguagem.

Prontos? Então vamos lá.

Como inserir o QA na etapa de solução

Publicado por Ana Paula Vale no dia qa

QA na Solução

Até pouco tempo atrás, na maioria das empresas de TI, or QA (Quality Assurance) era aquela pessoa que estava sempre disponível para realizar testes no fim do processo de desenvolvimento a fim de verificar se o que foi entregue está correto ou não.

As maiores empresas do país tendem a adotar essa prática e costumam dividir equipes de desenvolvimento e testes em departamentos diferentes e algumas vezes até em locais diferentes. Aqui na Resultados Digitais trabalhamos QAs e Devs todos no mesmo ambiente e divididos em times que são responsáveis por um determinado número de features em uma vertical de negócio. Sendo assim, conseguimos antever defeitos e agir na etapa inicial do ciclo de desenvolvimento. Desta forma, criamos aplicações com cada vez menos falhas e com o mínimo desperdício possível de tempo com retrabalho.

5 Lições aprendidas no TDC SP 2016

Publicado por Lívia Amorim e Luciano Marcelino no dia dev

The Developers Conference Logo

A Resultados Digitais marcou presença no último The Developer’s Conference 2016 em São Paulo. Apresentamos 18 palestras em 9 trilhas e fomos espectadores de diversas outras. Aqui você irá conhecer 5 lições aprendidas no TDC.

Como utilizar Docker em aplicações Ruby

Publicado por Hugo Luchessi , Jônatas Davi Paganini e Daniel de Oliveira Filho no dia dev

Docker logo

Há um tempo atrás mostramos como configurar o ambiente de desenvolvimento com vagrant para agilizar o setup da máquina. Hoje vamos mostrar como fazer isso com Docker e quais são os primeiros passos para “dockerizar” uma aplicação Ruby.

Quando um novo RDoer entra no time ou troca de máquina, temos sempre um ou 2 dias para configurar todo o ambiente com nossa infra de desenvolvimento. Usando docker baixamos esse tempo para 40 minutos :rocket: