Ruby e RSpec: melhorando a legibilidade de seus testes

Publicado por Luiz Cezer Marrone Filho no dia dev

Legibilidade dos specs

Durante o desenvolvimento de software é importante que a equipe se mantenha focada nas entregas, escalabilidade, performance, usabilidade e também na legibilidade do código que está sendo escrito.

Código bem escrito e testado implica em facilidade de manutenção, código menos engessado e uma maior flexibilidade para futuras mudanças. Porém, de nada adianta um código bem escrito e testado se a codificação dos testes é ruim. A qualidade aplicada para escrita de código de produção também deve se estender à qualidade da codificação dos testes.

Fazendo o uso correto das estruturas do RSpec e com o padrão Four Phase Test é possível melhorar a legibilidade dos testes.

Aplicando Decorators usando a gema Draper

Publicado por Marcus Caum no dia dev

decorators

Quando estamos começando a desenvolver, é normal adicionarmos algum tipo de lógica na view - seja para definir se uma div é exibida ou para tratar algum comportamento. Ao fazer isso, estamos aumentando o tamanho da nossa View e adicionando código que por vezes nem é usado, em uma aplicação robusta, este comportamento não escala. O Rails disponibiliza uma série de View Patterns para resolver esse tipo de problema, sendo um deles o uso de Decorators - normalmente recomendando quando precisamos exibir dados retirados de um Model. Neste post, vou demonstrar como realizar o uso desta prática de forma fácil e eficiente.

Processo de Deploy (Re-)Automatizado para Aplicações Javascript

Publicado por Luciano Marcelino no dia dev

botão para shipar

Aqui na Resultados Digitais nós temos alguns scripts que os clientes colocam em suas páginas para enviar alguma informação ao RD Station. Nós atualizamos esses scripts frequentemente, e para manter nosso fluxo de desenvolvimento ágil, automatizamos o processo de deploy desses scripts. Já existe, aqui no Ship It!, um post dedicado a explicar o funcionamento desse deploy automatizado de scripts. Em suma, utilizamos o Grunt para executar as tarefas abaixo com apenas um comando.

5 boas práticas para se aplicar em testes de aceitação

Publicado por Lindomar Reitz no dia qa

Testes de Aceitação

Aqui na Resultados Digitais damos muita atenção à qualidade do produto. Essa atenção se reflete, por exemplo, no uso de testes automatizados. Além dos testes de unidade e integração, os testes de aceitação merecem cuidado para evitar problemas de evolução e manutenção da suíte de testes.

Este artigo levanta alguns pontos sobre a arquitetura e boas práticas desse nível de testes.

Como UX e Psicologia influenciam a decisão do usuário

Publicado por Fabiano Meneghetti no dia design

Dúvida de compra do consumidor

O cliente entra no site, se depara com uma lista de produtos, olha para os destaques com 4 produtos lado a lado, fica 10 segundos na página e então fecha a janela e parte para o concorrente. Nestes meros 10 segundos, o cérebro desse cliente processou diversas sensações relacionadas ao que ele realmente queria e como as informações dos produtos foram apresentadas.

Como é grande a variedade de opções para se comprar on-line, expor preços e produtos não é uma tarefa simples, na verdade é bem complexa e desafiadora. Pequenos detalhes na interface e um pouco de psicologia melhoram a experiência de compra e instigam o interessado a, efetivamente, tornar-se cliente.

Estudos na área apresentam pontos a serem considerados na hora de mostrar preços e produtos. A seguir, mostrarei aqueles que mais chamaram a minha atenção. Além disso, relacionarei como essas técnicas estão ligadas ao nosso dia a dia de trabalho com o RD Station.