Garantindo a entrega com um time ágil em uma startup em crescimento

Publicado por Danilo Delponte no dia agile, gestão

10 deploys por dia em média e crescendo. É a taxa de atualização atual do RD Station, nosso SaaS. Entre correções, melhorias e novas funcionalidades, pequenas e grandes, cinco times de alto desempenho trabalham hoje na área de produto da Resultados Digitais. Quando entrei na empresa existia apenas um. Agora, como Scrum Master de um deles, compartilho algumas boas práticas que aprendi durante esse tempo, em busca da entrega 100%.

Boas práticas para o HTML de email marketing

Publicado por Lívia Amorim no dia design

Fazer um bom HTML de email marketing é uma tarefa complicada. Para que uma campanha abra em diferentes clientes de email é necessário, além de fazer um template em tabela, deixar vários vícios de lado. Por exemplo: deixar de reduzir um hexadecimal para três dígitos (adeus, #FFF). É como voltar a ser webmaster nos Anos 90!

Incluindo o usuário no processo de melhoria contínua

Publicado por Lívia Amorim no dia design

Nosso time é responsável por manter o RD Station funcionando adequadamente, o que inclui garantir uma infra-estrutura robusta, a criação de novas funcionalidades e a melhoria de outras. Nosso objetivo final, como equipe e como empresa, é entregar valor para nossos clientes. Para tanto, precisamos entender as necessidades e o workflow de trabalho dos nossos usuários.

Como usar Mongodb para otimizar seu cache

Publicado por Jean Matheus Souto no dia dev

O Marketing BI, feature de Business Intelligence do RD Station, utiliza a plataforma Gooddata para armazenamento e processamento de dados. Os dados enviados ao GoodData são processados utilizando queries customizadas que geram um output personalizado e pronto para ser consumido pelo RD Station em forma de tabelas e/ou gráficos. Esse processamento de dados leva minutos/horas proporcionais ao número de clientes e contas do RD Station com Marketing BI. Ao final do processo, pegamos todos esses dados e transformamos em informações que ajudam na tomada de decisões e na análise de métricas do negócio de cada cliente. Executar toda essa operação nos levou ao seguinte problema: como servir uma grande quantidade de dados e ainda atingir nossas métricas de performance?

Débito técnico em uma startup: quando, como e por que?

Publicado por João Hornburg no dia agile

Débito técnico é quando você escolhe implementar uma funcionalidade – ou parte dela – com código de qualidade inferior para ganhar mais tempo. O débito técnico ajuda o produto a chegar antes ao mercado, mas cria um monstro para o futuro: a baixa qualidade do código acaba dificultando e atrasando as mudanças que certamente serão feitas.

Como lidar com isso em uma startup? A resposta depende do momento em que a empresa está.