A cultura de MVP dentro do desenvolvimento de cada nova funcionalidade

Publicado por Diego Pereira no dia agile

Um pouco sobre Lean no nosso desenvolvimento

Somos apaixonados por Lean na Resultados Digitais. Eu particularmente desde épocas de chão-de-fábrica em estágios na faculdade de engenharia mecânica. As vezes essa palavra perde seu conceito inicial, que deriva de um Japão pós-guerra destruído e onde recursos escassos eram o padrão de toda uma indústria que precisava voltar a produzir. Essas condições - uma situação vivida por muitos times de produto hoje - desenvolveram uma cultura de grande valor em corte de desperdícios, eficiência e fazer mais com menos.

Como aplicamos este importante valor e seus conceitos no dia-a-dia do desenvolvimento do RD Station? Primeiramente, ele é tão integrado a empresa e ao time que oficialmente é um dos Valores do Culture Code da Resultados Digitais. Mas para mobilizar estas ideias num processo real de Gestão de Produto, utilizamos uma gestão de portfólio de épicos (projetos) em um fluxo contínuo e puxado (Kanban) que alimenta Releases dos times de desenvolvimento e consequentemente as Sprints destes.

Usando Nginx e Unicorn no Heroku

Publicado por Paulo Casaretto no dia dev

Ao investigar problemas de performance em uma requisição específica do RD Station, notei que em determinadas vezes muito tempo era gasto em um middleware chamando Rack::MethodOverride.call .

O MethodOverride procura no corpo de um POST por um parâmetro _method que muda o tipo da requisição. Felizmente este é um daqueles problemas que alguém já teve antes e encontrei um bom ponto de partida no Stack Overflow.

http://stackoverflow.com/questions/24639701/random-slow-rackmethodoverridecall-on-rails-app-on-heroku

Bem-vindo ao blog do nosso time

Publicado por Bruno Ghisi no dia gestão

Ao longo destes 3 anos criando o RD Station e mais recentemente o Raio X do Marketing, aprendemos muito.

Nosso time cresceu para dezenas de pessoas, alcançamos 1000+ clientes e acompanhamos nossos dados escalarem para a casa dos milhões.

Tivemos que desenvolver novos processos para comportar tudo isso. Aprimoramos a forma de desenvolver produto, criamos uma estrutura de operação e suporte, aumentamos nossa infra tecnológica e escalamos métodos ágeis para vários times. Também aprendemos a conversar e nos comunicar melhor com os nossos clientes, desenvolver um software mais bonito e usável, mensurar para tomar decisões assertivas e a trabalhar como atletas de elite.